28 fevereiro 2020

SERENITY (UK): uma bela representação do clássico DOOM METAL britânico


Muito antes da banda austriaca de power metal, existiu no Reino Unido, mais precisamente na cidade de Bradford, um outro SERENITY, uma banda de doom metal formada em 1994, por ex-integrantes do SOLSTICE - outro nome local que tinha uma boa reputação no underground europeu. 

Sua primeira demo-tape, gravada no Inner City Studio, continha três faixas e foi suficiente para firmar o grupo com a Holy Records, que promoveu seu álbum de estréia, "Then Came Silence", em 1995.


O som seguia a linha do bom e velho épico doom metal, na linha de bandas como Solitude Aeturnus e My Dying Bride. Estes últimos se tornam evidentes desde o início, quando "Black Tears", música que abre o disco, começa o "drama" com riffs pesados ​​e tristes, que se encaixam perfeitamente nos excelentes vocais limpos de Daniel Savage, que possuia um timbre bastante característico. 

Essa composição é uma representação mais sugestiva da abordagem altamente atmosférica da banda, que se torna marginalmente mais dinâmica em "Change". A faixa-título é uma obra-prima da sombria desgraça clássica que apresenta várias passagens mais vívidas para estimular o clima opressor; uma simbiose fascinante magistralmente puxada pela banda, com ritmos fortes e sombrios.


Um punhado de apresentações ao vivo elevaram o nome da banda e, no verão de 1996, o Serenity gravou seu segundo álbum, "Breathing Demons", que provou ser seu lançamento final, já que a banda encerrou atividades na véspera de uma turnê no Reino Unido. 

Atualemente alguns ex-membros se concentram no LAZARUS BLACKSTAR, que segue mais a linha do stoner, mas sem o brilho da banda anterior.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados!